domingo, 21 de dezembro de 2008

Guerra dos Sexos no Dihitt !

Este post esta sendo escrito especialmente para meus amigos do Dihitt ,  dos quais me divirto lendo as provocações uns aos outros, de modo especialmente carinhoso.

Na verdade, por diversas situações já debatidas exaustivamente , se formos entrar no mérito comportamental, o homem por suas características traduz o sexo forte da relação, no entanto isto é uma forma muito simplista de ver as coisas.

Não é um questão de democracia, mas os dois sexos são fortes e fundamentais, olhando de uma ótica global, tirando nossas crenças pessoais e religiões de lado,  a natureza  foi muito sabia, quando de um ponto de vista biológico, com a finalidade de perpetuação da espécie, fez dois exemplares que se completam integralmente.

A primeira sociedade era liderada pelas mulheres, pois a mesma era baseada na agricultura, com a caça os homens lideraram  por sua força física, depois se prevalecendo desta característica por conquistas de novos territórios vieram as guerras lideradas por homens e seguiu-se a história da humanidade.

Dentro de nossa história varias bandeiras foram levantadas pela libertação da mulher e conquista de seu espaço , verdadeiras heroínas de nossa historia  como Cleopatra, Maria, Joana D´arc , Yolande Monteux , Marie Curie,  Anita Garibaldi, Evita Peron, Chiquinha Gonzaga, Madre Tereza , Margareth Thatcher, Princesa Diana, cada uma com sua característica e personalidade fizeram e mudaram nossa história.  Infelizmente , nos dias atuais, ainda encontramos casos absurdos de maus tratos e submissão.

Com os tempos, evoluímos todos, homens e mulheres, procuramos uma intermediação entre os dois pontos extremos , hoje em dia, os espaços estão conquistados, tudo é uma questão de postura.

A mulher com suas hábeis características de administrar vários assuntos ao mesmo tempo  e o homem com sua objetividade , se completam.

Homens e mulheres tem investido em um relacionamento de cumplicidade e compartilhamento de idéias, existem relacionamentos admiráveis, daqueles que temos como modelo .

 Acredito que quando existe a admiração de ambas as partes, o orgulho de ver o parceiro crescer e vice-versa , homens e mulheres crescem juntos, agregam muito ao relacionamento, fazem descobertas juntos, não sentem vontade de se separar  e quando estão por algum motivo cada um de um lado, a confiança no amor que sentem um pelo outro, faz com que seja algo fácil de lidar.

Homens e mulheres atualmente, com a evolução do comportamento humano, estão aprendendo a se conhecer, uma troca intensa e gostosa, quando se conhece a pessoa que poderemos compartilhar nossos momentos. Não vale a pena, disputar, guerrear com quem se ama.

 No entanto , no campo profissional a mulher pode ser admirada e respeitada, sem necessitar assumir características que são exclusivas dos homens.  A mulher tem a habilidade de ser sutil e ao mesmo tempo intensa em suas afirmações e propósitos e conquistar seu espaço.

A mulher tem que continuar sua busca dentro de suas qualidades e características as valorizando cada vez mais , pois acredito que os homens admiram  isto nelas.

 Dei minha opinião !

Abraços Elektra

 

Crianças entram na era do Consumo!



Nem as crianças escapam desse consumo exagerado dos dias de hoje. Aliás, na maioria das vezes, elas são o alvo principal, tanto que é cada vez mais comum encontrar crianças consumistas.

Um exemplo é a pequena *Fernanda, de quatro anos. A menina não pode entrar em uma loja e sair de mãos vazias. “Tenho que comprar alguma coisa para ela. Ela olha para mim e diz: Mamãe, a gente tem que comprar isso”, conta a dona-de-casa *Izabel, mãe de Fernanda, que acaba não resistindo aos pedidos da filha e sempre compra o que ela pede. O resultado é um quarto abarrotado de brinquedos e um guarda roupa de fazer inveja a qualquer mulher.

Comportamentos como esse não se manifestam apenas em períodos de compras, como Natal ou Dia das Crianças. A excessiva atração que novos produtos infantis exercem sobre a criançada pode ser prejudicial à sua educação e ao seu desenvolvimento.

“A gente não pode ter tudo e o bom é aprender isso desde cedo. Para se ter uma coisa, perde-se outra, a vida é assim. Não adianta querer dar tudo para uma criança porque mais cedo ou mais tarde, a vida vai ensinar isso e como a criança não está preparada vai sofrer muito mais do que aquela que já está acostumada a receber alguns NÃOS”, explica a psicóloga Elza Dutra.

Ainda segundo a psicóloga, muitos pais confundem amor com ceder a todos os caprichos dos pequenos. É como se fosse uma forma de compensar, em alguns casos, a ausência diária, a falta de tempo de ficar com os filhos. “O pedido das crianças não é de presente, é de atenção e carinho. Tanto que é comum a criança receber o presente que tanto queria e depois de alguns dias, desejar intensamente outra coisa. É como se quisessem preencher um vazio, mas não tem brinquedo que substitua isso”, diz.

Mas as crianças, na maioria das vezes, não têm consciência dessa forma de compensação e convencê-los a desistir dos presentes é uma tarefa complicada, que o diga a estudante Viviane Macêdo, mãe de Leonardo, de três anos. A equipe da TRIBUNA DO NORTE encontrou mãe e filho numa missão quase impossível, escolher um único presente para ganhar do Papai Noel.

“Ele sempre está junto comigo na hora de comprar o presente e como toda criança, sempre quer ganhar mais de uma coisa. Às vezes ele faz uma birra, chora, mas eu sempre explico que não posso e depois de muita conversa ele acaba aceitando”, conta Viviane.

Com tantos apelos comerciais, o Natal está perdendo o seu verdadeiro sentido. Deixou de ser uma festa de amor e passou a ser um troca-troca de presentes. E se desde muito cedo as pessoas recebem esses valores distorcidos, essas crianças são consumistas em potencial.

“A gente tem que refletir, não podemos receber essas informações e aceitar como verdade absoluta. Com relação às crianças, esse papel de discernir cabe aos pais e professores, que devem incentivar as crianças a questionar as informações e não perder sua essência”, diz Elza Dutra.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Cuidado com os Arrastões em São Paulo - Assaltos !


 

Incrível, como nossas vidas em um segundo parecem que não nos pertencem, parecem que estão sob o domínio de qualquer um. Um desconhecido que cresce com valores diferentes dos nossos e num piscar de olhos , nos aterrorizam , invadindo de forma brusca nossas vidas e privacidade.

Experienciei ontem um fato assustador, já havia sido assaltada em São Paulo , há 5 anos, neste mesmo período de Natal. E ontem , novamente a amarga experiência. Estava voltando da Empresa a noite e me deu uma vontade de ver a cidade enfeitada, fui a  Av.Paulista e quando passava na Av. Brasil seguindo ao Parque do Ibirapuera , com o transito totalmente parado, 5 bandidos corriam entre os carros e começaram a assaltar e eu não tinha percebido. Por mais que possamos estar ligados, naquele momento tudo é muito rápido, cercaram meu carro e eu achava que iam fazer aquelas demonstrações com bolas ou varetas, erro meu, estavam na minha frente cercando, para ver o que havia dentro do carro. Como sempre deixo minhas coisas no chão para não chamar a atenção , eles me viram com o celular, bateram no vidro do motorista e de repente com uma pancada estilhaçaram o mesmo em cima de mim , me pedindo para dar o aparelho. Tudo muito rápido e quando olhamos para o lado, outras pessoas na mesma situação e ninguém faz nada, o transito andou e cada um tratou de seguir seu caminho.

Coisas de cidade grande, no entanto, neste momento para estas pessoas, nossa vida vale um celular, um carro, um tênis, ou qualquer outro objeto. Culpa de quem ? Do governo ? Nossa? é um mix muito grande de posturas errôneas desde os cidadãos omissos, que parecem que cada um estar por si e do governo que não investe nestas crianças carentes, fazendo com que se tornem estes marginais nos aterrorizando pelas cidades.

Amigos, hoje foi mais um desabafo, apenas peço que se cuidem nesta época, pois parece que somos patinhos em parque de diversão diante de um atirador.

Abraços a todos !

Por Elektra

 

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Meu Filho foi Reprovado na Escola, e Agora?

 

Este assunto para os pais não é fácil mesmo. É um mix de revolta com culpa, um turbilhão interno que nos deixa simplesmente malucos!

Cada família reage de um jeito, uns berram, outros castigam, outros agem de forma equilibrada, enfim, cada um tem seu comportamento neste momento.

Mas e as crianças e os adolescentes? Como se sentem com este resultado? Não temos como contestar que não adianta nos dias de hoje , utilizarmos dos mesmos recursos de educação de nossos pais. Nossos filhos, possuem uma autonomia em argumentação, que por mais que nos encontremos cercados de razão e lógica, com duas ou três palavras, demonstram muitas vezes um empate nas opinões.

Na verdade, ser reprovado, mexe muito com o ego dos pais, é uma sensação de fracasso na educação , na imposição dos limites , é um não saber lidar com o imprevisto.

Para nossas próprias crianças é necessário que isto tenha um fundamento, que seja algo que funcione como um aprendizado, como um degrau para o amadurecimento. Diante de tantas argumentações lógicas que eles nos colocam , é importante devolvermos para eles que não existe a desculpa de ser  vitima de professor, de sua ausência, disto ou daquilo, eles precisam ter noção da responsabilidade sobre todas atitudes tomadas durante o período para este resultado.

A punição, o berreiro, sem que eles sintam que foram os principais responsáveis sobre este resultado não adianta, eles não conseguem registrar em suas personalidades de onipotência que estão fazendo mal contra si. O importante é passar a eles, que tal resultado, requer também uma reprogramação de vida, de mudanças importante de comportamente, caso contrario, não irão conseguir ter um amadurecimento emocional, para seguirem em frente.

 

Por Elektra

 

 

 

 

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Medicina Quântica - Que medicina é essa?


É um conjunto de procedimentos terapêuticos devidamente metodizados que, atua de forma “física” (não – química), reestituíndo de maneira rápida e eficaz o estado de saúde relativa individual.

A grande diferença da medicina quântica está em combater as causas das doenças, e não somente suprimir os sintomas causados por elas, entendendo que, se o fundo ou inicio do problema não for detectado e combatido, permite o avanço silencioso do processo patológico.
Utiliza-se entre os recursos para diagnose o VEGATEST, um aparelho radiônico de alta precisão, que obtém respostas causais dos possíveis distúrbios, do indivíduo, detectando a existência de geopatia; sobrecarga eletromagnética; a intolerância alimentar e alergias; sobrecarga por metais pesados; e outras toxinas; focos ou campos de interferência; iatrogenia: vacinas, farmacos. Analisa o sistema regulador básico: mesênquima, sistema linfático, timo, autoimunidade; o sistema endócrino: fígado, pâncreas; a existência de disbiose; infecções ocultas. A prescrição varia conforme as diagnoses.

Os meios terapêuticos  visam harmonizar e integrar o ser humano utilizando:

  • Dietas;
  • Fórmulas ortomoleculares;
  • FAO (fatores de auto organização) – atuando diretamente nos principais chakras do ser;
  • Terapianeural;
  • Homeopatia;
  • Hidrocolonterapia;
  • Ozônioterapia;
  • Nutrição celular;
  • BIT (terapia por informação biofísica)

Não se trata, contudo, de uma panacéia capaz de tratar e curar os males do mundo como num passe de mágica, mas sim, de um enfoque dinâmico que contribui para o esclarecimento, por exemplo, de muitas questões relativas às doenças crônicas do tipo “autoimunes”. Não sendo ainda reconhecida pelas autoridades médicas, a medicina quântica permanecerá em desenvolvimento por um certo tempo, tal como aconteceu com a medicina nuclear, com os diagnósticos por imagem computadorizada, ressonância magnética, ultrasom para destruição de cálculos renais (litotripsia), homeopatia, e muitas outras atividades científicas que, ligadas às atividades terapêuticas, alcançaram reconhecimento oficial depois de certo tempo.
Para ser saudável, não basta não estar doente, é fundamental o bem-estar do corpo, da mente e da alma considerando como um todo, segundo o conceito holístico do ser. Integrado ao meio ambiente, equilibrado internamente e em harmonia com os demais seres, resultando em qualidade de vida.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Você está onde se põe....

 

Quando ouvi esta frase dita por um admirável e conhecido Terapeuta, para mim teve um efeito de choque elétrico. Quer dizer então que grande parte das coisas que me aconteceram na vida, eu sou a responsável? Como é difícil termos que muitas vezes nos enfrentar e encarar nossa responsabilidade, sobre alguns acontecimentos.

Diante das escolhas que temos através de nossas atitudes, temos dois caminhos : um é continuar pensando como vitima azarada, cheio de revolta, desanimo, conformismo e inveja. É o mesmo que continuar a fazer o jogo do coitadinho, deixando seus dramas muito maiores do que realmente parecem. O outro caminho é pensar que você se colocou onde se encontra na vida e tratar de mudar, se as coisas estão ruins ou conservar o que esta bom.

A pergunta chave desta mudança é – Ou me deixo arrastar pela vida ou eu me levo na vida? Qual caminho a tomar? Consciente ou inconsciente sua vida atual, é baseada em escolhas passadas. O importante é o poder de mudar agora.

Tais palavras quando são ouvidas, soam durante os cinco primeiros minutos, como notas musicais que nos trazem a sensação de liberdade... no entanto... com tantos anos de atitudes inconscientes nos levando a situações que não queremos, parece bastante difícil mudar de uma hora para outra, ou seja, determinar seu próprio caminho.

O primeiro passo tem que ser dado, é um trabalho de formiguinha, daqueles que quando percebemos estamos prontos , onde desejamos.  Não podemos nunca nos deixar no final da fila, deixar os pensamentos de “coitadismo” de lado é uma tarefa árdua, pois era confortável pensar assim, afinal, eu nunca me responsabilizava por mim....

Se colocar em primeiro lugar e determinar seu caminho é uma disciplina realmente, a cada pensamento de derrota , colocar no lugar do mesmo um de sucesso, mesmo que tudo pareça estar dando errado, não é fácil, mas é o único começo para a mudança. E acima de tudo, se tirar da posição de coitado e assumir o controle de sua vida, olhando clinicamente para suas atitudes, é um aprendizado sobre si mesmo.

A partir do momento que tomamos as rédeas e traçamos o caminho desejado, tudo ao nosso redor começa trabalhar a nosso favor, inclusive as pessoas passam a nos respeitar e o importante é bancar isto, não se surpreender a cada conquista.

Tente agora...

Abraços Elektra

 

 

 

 

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Sim, o Cancêr pode ser Curado ! Diz a Reportagem do Site STUM

Parece mesmo que o Universo, a Mãe Terra, a Humanidade se cansaram detanto desmando, de tanta manipulação, de tanta insensibilidade e egoísmo que nos limitavam, nos travavam em nossa caminhada.


Velhas máscaras estão caindo, após o colapso do sistema financeiro mundial,expondo entranhas putrefeitas à vista de todos que têm olhos para ver e mostrando a cara de seus limitados e perdulários líderes. Assim, de repente, vimos um castelo de cartas ruir, uma grande bolha estourar, carregando junto as economias e as ilusões de um enorme número de pessoas esquecidas das leis universais, que se consideravam intocáveis, muito acima dos outros mortais. Inteiros setores produtivos, antes considerados "locomotivas da economia", valores de base e motivo de orgulho de países, ditos de primeiro mundo, são hoje considerados decrépitos dinossauros, mas ainda aptos a sugar -para poder ter alguma sobrevida-, o dinheiro de quem paga impostos... os consumidores, os verdadeiros atores principais desta peça transformadora que temos o privilégio de acompanhar e, sobretudo, de influenciar. 


Pessoalmente, atribuo grande parte das mudanças em ato no Planeta, à Internet, que, mesmo com todas suas falhas, nesta última década tem produzido um volume de informações tão grande, completo e disseminado, que está -inclusive- tirando das redes de TV polpuda fatia de público e de anunciantes, e chegando agora a atingir os maiores jornais do mundo, como o Los Angeles Times que ontem (9/12) declarou bancarrota, amargando uma dívida de nada menos que 13 bilhões de dólares -cerca de 32 bilhões de Reais- ao mesmo tempo em que outras organizações estão acabando com a impressão em papel e desativando seus parques gráficos.

A Internet democratizou a informação, permitindo ainda a participação, a troca de opiniões, a circulação de idéias e fatos relevantes de forma direta; imediata. Pessoas com discernimento, bom senso e intuição têm hoje seus espaços sagrados para, finalmente, expor conteúdo valioso, cumprir sua função por aqui. Muitas, totalmente despertas, compartilham ativamente seus achados, engajadas pra valer com seu projeto de vida, sabendo expressar, manifestar com clareza seus pontos de vista, sua indignação, indo desta forma muito além da decepcionante escolha de seus líderes, ao depositar (freqüentemente a contragosto) seu voto na urna. A partir da Net, essas pessoas estão provocando uma mudança permanente e irreversível, um verdadeiro efeito dominó, sem precisar marchar em passeata nas ruas ou exibindo comportamento explícito de rebeldia.

Bom, tudo o que escrevi até aqui é para introduzir algo muito especial, extremamente importante... quem nos acompanha desde o começo (em Janeiro próximo entramos no 10° ano de vida) sabe da nossa boa fé e da seriedade que nos acompanham desde sempre, longe de sensacionalismos baratos e superficialidades. É o seguinte:Faz cerca de dois meses que recebi de uma usuária do site um e-mail que tratava da cura do câncer. Pesquisei, senti firmeza e repassei para muita gente, aqui e lá fora. Estava espalhando uma boa nova na rede, como muitos outros fizeram e, um belo dia, por outros múltiplos caminhos, mensagens relacionadas começaram a voltar, desta vez com mais e mais informações, dados, clareza e testemunhos viscerais que chegam a nos tocar profundamente pela singeleza e pela espontaneidade dos pacientes curados; seres outrora desenganados, após passar por cirurgias invasivas e mais sessões de quimio e radioterapia. Procedimentos inúteis.

Sim, o câncer pode ser curado!

Foi assim que chegamos a conhecer, respeitar e agradecer ao Dr. Tullio Simoncini, um médico oncologista italiano, uma pessoa do bem, corajosa e de mente aberta que está descortinando um caminho talvez definitivo e de simples compreensão, resgatando para a vida um sem número de pessoas atingidas pela doença, que mata oito milhões e meio de pessoas a cada ano no mundo. Seu primeiro "paciente terminal" entrou em remissão e continua vivo e bem até hoje.
Mas, mesmo ovacionado de pé na 36ª e última Convenção anual de Terapias Alternativas sobre o câncer, em Los Angeles, em Setembro passado, ele foi destituído da ordem dos médicos e impedido de operar, sofrendo ainda um maciço bombardeio por parte da mídia, promovido pelo jurássico e podre sistema de poder local que deveria cuidar da Saúde dos pacientes, mas está comprometido de forma promíscua com a indústria farmacêutica e seus desmandos... provavelmente, o próximo grande setor a ser questionado, revelado e redimensionado. É inadmissível que milhares de casos de cura definitiva, obtidos com técnicas simples e eficazes nem sejam pesquisados, simplesmente pelo potencial de prejudicar os astronômicos lucros futuros deste cartel. É algo monstruoso, para se dizer pouco, mas que se aproxima inexoravelmente de seu final. Sim, nada é mais forte do que a verdade que liberta, que triunfa sobre a miséria da alma, a fraqueza do caráter, a pobreza de espírito.

A descoberta é genial e bate com a sabedoria popular que já tinha colocado seus rótulos aos maiores candidatos a padecer desse mal... sabe aquelas pessoas "azedas", "cáusticas", "amargas"? Bingo!
Pois bem, o aspecto genético e o ambiental, considerados há décadas pelas sumidades acadêmicas como os principais causadores da enfermidade, na realidade, pouco tem a ver com as pessoas citadas. Em sua maioria elas, infelizmente, são acompanhadas pelo pessimismo, pela frustração, pela tristeza e pelo desconhecimento do sentido profundo da existência. Quem acompanha o STUM faz algum tempo sabe da gravidade das emoções negativas, das crenças equivocadas passadas de geração em geração, dos ressentimentos e mágoas (Como é bom perdoar e perdoar-se!) que se manifestam por fim no corpo físico em forma de doença, de degeneração celular.

Provavelmente, se colocarmos um medidor portátil digital de pH, (que custa 20 Dólares nos EUA -um instrumento que revela se uma solução líquida é ácida, neutra ou alcalina- que bela e fácil prevenção, hein?!) na saliva de uma dessas pessoas, verificaremos que o instrumento marcará algo em volta de 5, sendo que o valor neutro é 7 (praticamente o ideal. Acima de 7 temos as soluções alcalinas).
Nessas condições de acidez, o organismo torna-se presa mais fácil de fungos oportunistas, que proliferam em ambiente ácido, criando colônias, produzindo eventualmente problemas fisiológicos graves que costumam ainda ser chamados de "irreversíveis" pela ciência médica atual.

Bom observador e seguramente dono de uma intuição privilegiada, o Dr. Simoncini começou a atacar os tumores, onde quer que se encontrassem no corpo humano de seus pacientes, com soluções calibradas de bicarbonato de sódio, o famoso e barato componente principal do "Sal de Frutas" (que os apreciadores da feijoada bem conhecem), elemento alcalino que simplesmente acaba com o habitat ácido, território favorável ao fungo invasor. (Aftas costumam ser companheiras de jornada da doença do século e o bicarbonato provou sua efetividade também com elas). Câncer de pele também começou a regredir, a ser curado, utilizando-se para uso externo algo também bem popular: a solução de tintura de iodo, pincelada diretamente sobre a pele. Enfim, o caminho está aberto, funciona, é prático, simples, barato. Cabe agora às pessoas de boa vontade e bom coração agir com foco, com coragem e determinação para espalhar aos quatro cantos e introduzir de vez esta arte de curar.

O site está fazendo sua parte... se Você sentir firmeza, ajude a espalhar a mensagem para seus contatos; se tiver condições, ajude a traduzir -a partir do italiano ou do inglês-, os dois idiomas que mais informações trazem sobre esta revolucionária terapia.
Caso tenha esta possibilidade, deixe seu comentário aqui manifestando sua vontade de traduzir aquela parte específica do Site. Tomaremos nota e coordenaremos as traduções evitando trabalhos duplicados. Todas as novidades relativas à matéria serão atualizadas sempre neste mesmo link.
Neste link V. encontrará a tradução que realizamos de um capítulo do Site dele que explica como fazer a auto-aplicação do bicarbonato de sódio em algumas situações específicas; vale a pena ler para entender melhor a dinâmica da coisa.
Lembre-se sempre dos riscos da automedicação, sendo sempre o ideal contar com a supervisão de um médico.
Também é extremamente oportuno ressaltar aqui que qualquer doença é um sinal indicando a necessidade de realizar o quanto antes uma mudança de rumo em nível interior, alimentando a Alma com pensamentos e atitudes de amor universal e o corpo físico com uma alimentação consciente... e alcalina! Confira mais informações sobre este tópico no texto da Conceição Trucom que acompanha este boletim especial.

Aquela parte esclarecida da classe médica que respeita o seu paciente, que está aberta de verdade, pronta para evoluir em todos os sentidos e não somente em termos de carreira ou financeiramente, poderá, por convicção ou por curiosidade entrar em contato aqui e agora com a terapia do nosso novo amigo Tullio, acessando e indo fundo nos links à disposição, somando com o Todo, trazendo suas observações, suas contribuições e, por que não, se aprimorando e começando a utilizar esta técnica em seu consultório ou onde se tornar necessário. Abra sua mente e seu coração, vale a pena!

E a Você que nos acompanha, apóia, incentiva e participa e que chegou até aqui, vai aquele pedido sincero e humilde de um irmão de caminhada... Seja a portadora de boas novas como essa, de esperança, de alegria. Seja o Anjo que espalha a semente do bem, para quem V. conhece e para quem somente acha que não conhece. Dá na mesma. Não tem separação, só Integração, Unidade.
Sim, Somos UM só!

Namastê
Sergio STUM

Participe, clique aqui e deixe seu comentário

 

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Proteger as crianças é responsabilidade de adulto – Disque Direitos Humanos - 100

 

 

Estou tendo o privilegio de divulgar esta noticia ,conhecendo os bastidores desta fantástica iniciativa do Governo Federal,  ao contrario do que estamos acostumados , este projeto é de uma seriedade imensa, estaremos protegendo nossas crianças e adolescentes de todos tipos de abuso. De imediato, só posso solicitar, o empenho de todos, nesta divulgação, pois é de primeiro mundo e poderemos ajudar nossas crianças brasileiras..

 

Abraços

 

Elektra



A responsabilidade pela garantia dos direitos da infância e juventude é dever de adulto. Isso é o que vai ficar explícito na campanha de divulgação do Disque 100, que começa nesta segunda-feira, 8, Dia Mundial dos Direitos Humanos.

O número foi criado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República para receber e encaminhar as denúncias de violência contra os brasileiros de “pouca idade”, visando a proteção das crianças e adolescentes.

No Acre, a campanha está sendo liderada pela Associação dos Postos de Combustíveis e o Ministério Público Estadual (MPE), por meio da Coordenadoria da Infância e Juventude, além dos hotéis e restaurantes da capital e interior.

O Disque 100, criado em 2006, facilita o acesso da sociedade no momento de denunciar maus-tratos cometidos contra crianças e adolescentes. A campanha deixa claro que a proteção desses brasileiros é um dever de cada cidadão, não importando sua crença, raça, classe social ou nacionalidade.

Em um país extremamente humano e no qual as pessoas ainda se indignam com as injustiças cometidas contra o próximo, o Disque Denúncia é um meio eficaz de combater a violência. O número certamente já está guardado na memória de muitas pessoas que abominam a violência e sabem que são parte importante no processo de transformação da sociedade.

domingo, 7 de dezembro de 2008

VALE A PENA ENTRAR NA PARANOIA DO FINAL DE ANO?

Final de ano ! Com certeza ficamos mais sensíveis, amistosos e reflexivos. Parece que uma tecla “on”, nos conecta com as pessoas e ficamos ligados, neste momento, há uma leitura do ano que se passou.

O resultado nem sempre é positivo, porque exatamente há um ano atrás, criamos algumas fantasias e que  se não realizadas , acabamos em um sentimento de frustração. Nos levando rapidinho a largar todas as promessas, que fizemos com os pulinhos no mar, as oferendas, as simpatias, o branco que colocamos e que de repente , nem acreditamos em tudo isto, mas não arriscamos em ficar sem fazer, não é mesmo?

De repente, o idealismo  não se concretizou, alguns caminhos durante o período , foram trocados por atalhos.

E como agir diante deste cenário, se não conseguimos comprar, o carro, a casa, conseguir o namorado incrível, o marido fantástico , perder aqueles quilinhos , a cura para a depressão, superar uma perda e finalmente se sentir bem e desejada?

Por incrível que pareça, existe uma resposta para isto. E é muito simples, que lhe respondo com outra pergunta! O quanto você se conhece, se respeita e se ama? Quanto você parou, para fazer algo que realmente esta afim, que gosta e sair um pouquinho dos “ eu tenho que...”, do tipo “ eu tenho que perder 10 quilos, eu tenho que provar, que dou conta de tudo que me proponho a fazer...,eu tenho que lutar  para conseguir ....Como será minha vida agora sem tal pessoa....

Pare agora com a guerra interior, pare já em querer provar algo para todos em busca da aceitação ou colocar toda tua força em outra pessoa. Se as coisas não foram como gostaria, se esta incomodada por algum motivo, não precisa se frustrar, não foi possível, ok... não foi possível e daí?

Mas como vou largar mão de viver para os outros? Você pode ! De repente no final do ano, você não quer colocar o branco, porque não fica bem, pois tua cor é o vermelho!

Não quer estar com pessoas que não curte, quer estar com quem ama e quebrar o protocolo

Não quer mais fazer tudo igual ,  pois na verdade um único pensamento, cheio de energia, vibra para que tudo fique a seu favor.

Mas quer estar bem consigo, quer se descobrir se amar e com certeza será o inicio das realizações que busca... da aceitação...da superação... Pois o poder de transformar esta dentro de você!

Comece desde já a mudança e depois me conte!

Abraços

De sua amiga Elektra

 

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Voce tem alguma duvida sobre o cha verde?


O sabor é amargo, mas logo você vai descobrir que o sacrifício de beber algumas xícaras de chá verde todos os dias vale a pena. Só para começar a lista de benefícios: ajuda a secar gordurinhas. É sério! Essa bebida milenar (e tão na moda atualmente) tem o poder de emagrecer. E existe comprovação científica. Uma pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, conceituada revista da Sociedade Americana de Nutrição, acompanhou dois grupos de gordinhos. Os dois seguiram um cardápio de baixa caloria. Mas só o primeiro bebeu de seis a oito xícaras de chá verde por dia. No final do estudo, esses pacientes queimaram 4% a mais de gordura que o grupo que passou longe do chá. A explicação é que a bebida tem ação lipolítica. Não só isso: “O chá verde acelera o metabolismo, desintoxica e facilita a digestão”, diz a nutricionista Vanderlí Marchiori, especializada em fitoterapia e colaboradora da Associação Paulista de Nutrição. Mas não vale dar um ou dois golinhos – você tem de se comprometer a, diariamante, tomar pelo menos cinco xícaras. A combinação chá verde + dieta faz você emagrecer até 5 quilos em 15 dias!

Defensoria de SP inaugura nucleo de defesa da mulher

SÃO PAULO - A Defensoria Pública do Estado (DPE-SP) inaugurou seu Núcleo Especializado de Proteção e Defesa dos Direitos da Mulher (NUDEM). "O órgão inicialmente terá a função de orientar os defensores que atuam com a defesa de mulheres em situação de violência e também na efetivação de direitos das mulheres", explicou a defensora pública Fernanda Seara Contente.Atualmente, o Núcleo já coordena o trabalho de defensores que realizam atendimentos a mulheres em situação de violência em oito casas e centros especializados na área e mantidos pela Secretaria de Participação e Parceria do município de São Paulo. No último dia 14, os defensores que atuam naqueles locais participaram de curso de capacitação promovido pelo Núcleo sobre a temática. A iniciativa é realizada desde abril deste ano em cooperação com a Prefeitura de São Paulo e já atendeu mais de 300 mulheres em situação de violência que necessitavam de orientação jurídica e de ações judiciais para efetivação das medidas de proteção previstas na Lei Maria da Penha. O Núcleo conta com 15 defensores públicos, incluída a coordenadora. Para sua completa estruturação, a Defensoria contará também com verba federal advinda do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), que vem investindo, entre outras ações, na implantação de núcleos especializados nas Defensorias Públicas do país. O valor será importante, inclusive, para a criação de um setor multidisciplinar junto ao Núcleo com psicólogos e assistentes sociais. Também permitirá a contratação de estagiários e a confecção de folders informativos sobre os direitos das mulheres. A coordenadora do Núcleo também terá, entre outras atribuições, atuar no Juizado Especial de Violência Doméstica e Familiar, a ser inaugurado pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ) no primeiro bimestre de 2009. No local, a Defensoria atuará em audiências a favor das mulheres em situação de violência, contando com uma sala de apoio para realização de atendimentos.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

O que Define Voce se Sentir Atraido (a) por alguem que Aparentemente não é o seu Tipo?-O odor natural é um importante fator de atraçao

Paixão à primeira vista? Que nada! Segundo alguns estudos, essa expressão deveria ser substituída por... paixão à primeira cheirada. Pois é, essa atração inexplicável por uma pessoa pode ter a ver com o odor. “O olfato está em todas as coisas, até na seleção do parceiro”, diz Arlete Hilbig, neurologista da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. “Acredita-se que esse sentido traga informações sobre o sistema imune do outro.”Um estudo da Universidade de Lausanne, na Suíça, mostra como nosso nariz é capaz de interferir nas relações interpessoais. As voluntárias cheiraram camisetas que haviam sido usadas por dois dias pelo sexo oposto. E, acredite se quiser, elas preferiram o aroma dos homens que tinham genes ligados ao sistema imunológico bem diferentes dos seus. Aliás, o olfato é uma coisa da qual as mulheres devem se orgulhar. “Elas, diferentemente do sexo masculino, dificilmente são enganadas por fragrâncias artificiais nessa escolha de parceiros”, aponta Charles Wysocki, psicobiólogo do Centro Monell dos Sentidos Químicos, que fica na Filadélfia, nos Estados Unidos.Contudo, os anticoncepcionais podem afetar o olfato feminino. Em uma pesquisa da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, mulheres que tomaram essas pílulas tendiam a escolher companheiros com o sistema imune similar ao delas, diferentemente do grupo de controle. Mais um indício de que sexo e olfato têm tudo a ver um com o outro.Amigo ou estranho?O nariz, além de influenciar nossos relacionamentos amorosos, mexe com as nossas amizades. Uma pesquisa do Centro Monell dos Sentidos Químicos pediu que alguns voluntários cheirassem camisetas de indivíduos conhecidos e de outros que nunca haviam visto na vida. Resultado: na maioria das vezes, eles eram capazes de identificar o cheiro do amigo. Mesmo quando erravam, o inconsciente parecia corrigi-los. “Independentemente da escolha consciente, os odores dos estranhos sempre ativavam uma área específica do cérebro, a responsável pela atenção”, revela Wysocki. Ou seja, os aromas dos desconhecidos despertam mecanismos de cautela e concentração, mesmo quando não se percebe a diferença entre o odor de um grande colega e o de alguém que nunca se viu mais gordo. Aliás, alguns estudos começam até a relacionar distúrbios como a esquizofrenia, que leva ao isolamento social, com a inabilidade de identificar diferentes cheiros. Em 2003, pesquisadores americanos da Universidade de Nova Iorque observaram que pacientes com esquizofrenia tinham um olfato pobre em comparação com o restante da população. “Contudo, ainda não sabemos se a incapacidade de sentir cheiros leva ao problema”, ressalva Wysocki.

domingo, 30 de novembro de 2008

sábado, 29 de novembro de 2008